Moda 21/11/2012 15:58

Pelas ruas de Curitiba…..

Por admin

Moro numa cidade iluminada pelo sol, conhecida como a noiva do sol, sim moro em Natal (RN), banhada pelo mar, em tons e sobre tons de verdes e azuis inigualáveis no nordeste, pelo menos para mim é. Porém nos últimos anos a cidade por questões de administração esta muito abandonada, suja, cheia de buracos, quadro triste.


Então nesses dias fui a Curitiba, cobrir o Paraná Business Collection, e pude conferir a beleza da cidade, limpa, arborizada, as pistas e ruas bem conservadas. Mas não pense que acho que o jardim do vizinho é sempre melhor que o nosso, não isso não. Vi problemas por lá também, como a violência e as drogas que tomam conta dos jovens.


E uma das formas de conhecer a cidade, sem gastar muito e ter uma visão total das tradições, influencias, lugares que os moradores frequentam, parques, área gastronômica, é fazer o passeio da linha turismo, um ônibus de dois andares, a parte de cima é aberta, você vai olhando tudo o cenário e curtindo o ventinho (com ou sem cobertura, só cuidado nos dias com aviso de chuva). Você compra o bilhete por R$27,00, detalhe, ele não perde a validade, você pode usar em qualquer tempo, nossa amiga Yuko Suzuki, tinha um de dois anos atrás, e usou viu.

Museu Oscar Niemayer – O Olho

São ao todo 25 paradas que começam na Praça Tiradentes (É a principal de Curitiba, dominada pela Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz, centenária em 1993. Nesta região, em 29 de março de 1693, foi fundada Curitiba. Antigamente conhecida como Largo da Matriz, a praça é o marco zero da cidade. Em 1880, em função da visita do Imperador Pedro II ao Paraná, o Largo passou a se chamar D. Pedro II. Nove anos mais tarde, na República, recebeu o nome atual de Praça Tiradentes. É importante terminal de transporte coletivo. É ponto de encontro permanente, de caras lembranças para a memória comum aos curitibanos.), passando pelo Museu Oscar Niemayer (O MON, como é conhecido, é um dos maiores museus da América Latina. Seu acervo abriga mais de 2.200 obras de artistas reconhecidos nacional e internacionalmente. Projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, sua estrutura de 35 mil m2 se destaca entre 144 mil m2 de área verde. O complexo é formado pelo prédio principal, projetado em 1967, e o novo anexo, concebido em 2001 e inspirado na araucária, árvore de grande porte e símbolo do Paraná. A forma elíptica e as paredes de vidro desse novo anexo conferiram ao MON o carinhoso e popular apelido de “Museu do Olho”.), que diferente de Natal lá funciona, mas a arquitetura é a mesma, o olho é igual, só que lá mais baixo do que aqui, nisso eu achei feio, pois é um projeto que se repete.

Tem também o memorial Ucraniano (foto acima – homenagem aos imigrantes, na forma de réplica de uma igreja ortodoxa, originalmente construída no interior do estado, a qual abriga exposição de pêssankas e ícones.), aqui atenção, quer comprar algo lá leve dinheiro vivo, não aceitam cartões de nenhum tipo. E claro, os já famosos Jardim Botânico, Ópera de Arame e Santa Felicidade, só o cheiro que exala desse trecho do passeio já da vontade de descer do ônibus e experimentar todas as delicias da gastronomia do local.

Rua 24 horas

O turista tem direito a descer em cinco pontos diferentes do roteiro (com o mesmo bilhete), e pegar novamente o ônibus, que circula de meia em meia hora. No total o passeio dura duas horas e meia. Em cada parada há uma narração, em português, inglês e espanhol, explicando o ponto turístico. E você ainda recebe um folheto contando tudo sobre cada parada, um mapa turístico com todas as informações que precisa. Vale o passeio.

E com a chegada dos festejos de fim de ano, a cidade se prepara e agora se intitula Capital do Natal, com uma imensa programação com musicais, coral, apresentações, shows de luzes e musica. Confira a programação completa no site www.curitibacapitaldonatal.com.br

Será que Natal, agora a capital do RN poderia aprender com a capital do Paraná, essas dicas às vezes simples de acolher o turista e fazê-lo querer voltar mais vezes e ainda indicar a cidade para outros?

Setor Histórico

Teatro Paiol

Bosque Alemão

Roberta Pimenta

Biografia Graduada em Administração de Empresas, com especialização em Comunicação de Moda e Comércio Exterior pelo Instituto Metodista de Ensino Superior/SP, atuando no mercado de moda e beleza há 20 anos como consultora (marketing de moda e pessoal, etiqueta no trabalho, visual), jornalista, produtora, palestrante e professora (UNP, SENAI, SENAC).

Descrição Vamos falar Tudo sobre moda, design, beleza, decoração e o mais que faz bem a alma e o coração.

(84) 988 231 419

todos os blogs