Geral

FESTA BONITA E SEGURA

Vai soltar fogos de artifício? Veja orientações de segurança para evitar acidentes

Samu aponta aumento de 30% no número de chamadas por queimaduras no período junino

Por Redação

19 de junho de 2019 | 10:50

Foto: Arquivo/Portal NoAr

O período de festas juninas é propício ao aumento do número de vítimas de queimaduras por causa do maior manuseio de fogos de artifício, proximidade com fogueiras ou até mesmo recreações tradicionais típicas desta época. De acordo com dados da Central de Regulação de Urgências do Samu Natal, nesta época as chamadas pelo 192 aumentam em média 30% em relação a resto do ano.

O uso de fogos de artifícios pode deixar as comemorações mais bonitas e divertidas, mas é preciso ter muito cuidado, pois o mau uso dos fogos pode trazer graves consequências à saúde como queimaduras, prejuízos à audição e até amputações. O Samu Natal alerta que é necessário manter-se afastado do local do disparo, garantir que não há rede elétrica nas proximidades ou substâncias potencialmente inflamáveis e devem ser manuseados em áreas abertas. Crianças devem ficar distantes dos explosivos.

O Samu ainda lembra que, em caso de queimaduras ou acidentes durante as festividades juninas, o serviço de urgência pode ser acionado discando o número 192 de qualquer telefone.

Para evitar acidentes, o Samu Natal alerta para as recomendações de segurança para quem vai soltar fogos de artifícios. São elas:

– Não ser manuseado por crianças;
– Não ser manuseado por pessoas que ingeriram bebidas alcoólicas;
– Não acender os artefatos próximo ao rosto e não apontar em direção a outra pessoa;
– Não soltar balões;
– Não tentar reacender o produto depois de uma eventual falha;
– Não colocar artefatos dentro de latas, entre tijolos ou afins.

Além disso, a Sociedade Brasileira de Queimaduras, alerta para os procedimentos em caso de queimaduras:

– O primeiro cuidado é extinguir a fonte de calor;
– Deve-se lavar o local atingido com água corrente em temperatura ambiente, de preferência por tempo suficiente até que a área queimada seja resfriada;
– Buscar o auxílio de um profissional de saúde para evitar o agravamento da lesão;
– Se não houver Posto de Saúde nas proximidades, deve-se acionar os serviços de socorro do Samu (192), Corpo de Bombeiros (193) ou procurar uma emergência hospitalar;
– Não passar no local atingido nenhum produto ou receita caseira;
– Não passar nenhuma pomada no local atingido, sem recomendação médica;
– Não tente estourar as bolhas provocadas pela queimadura. Elas são curativos naturais da lesão. Quando o ferimento fica exposto a instrumentos possivelmente contaminados, ele pode infeccionar;
– Se houver necessidade de cobrir o ferimento a caminho do serviço de Saúde, o indicado é envolvê-lo em um pano limpo;
– Tecidos ou materiais que grudam no ferimento, como o algodão, devem ser evitados. O paciente queimado não deve retirar a roupa que estiver usando, ainda que houver sido atingida pelo fogo. O ideal é molhar a vestimenta e permanecer assim até a chegada ao pronto-socorro, para evitar que as bolhas estourem e que a pele seja arrancada;
– Retirar acessórios, como pulseiras e anéis, pois o corpo incha naturalmente após uma queimadura e esses objetos podem ficar presos.

RECOMENDAMOS

PREVIDÊNCIA

Fiern defende agilidade na aprovação da reforma

PROGRAMAÇÃO

Memorial relembra 30 anos da Constituição do RN

ADEUS RUIVO!

Marina Ruy Barbosa é mais nova loira do pedaço

DIFICULDADE

CNI: aumenta preocupação com falta de demanda

PARCERIA

Convênio levará serviços do INSS para o RN

PREVENÇÃO

Defesa Civil vai tratar emergências e desastres no RN

RETA FINAL DA SÉRIE C

ABC mantém promoção e jogo terá ingressos a R$ 5

CONTINGENCIAMENTO

Governo bloqueia mais R$ 1,44 bilhão do Orçamento

comentários