Economia

'DESERTO'

Venda de royalties que Estado usaria para pagar servidores fracassa e situação segue pendente

Governo esperava conseguir pelo menos R$ 315 milhões para amortizar os débitos

Por Redação

26 de abril de 2019 | 12:30

Foto: Elpidio Junior

O pregão feito na manhã desta sexta-feira (26) pelo Governo do Rio Grande do Norte para selecionar uma instituição financeira que antecipasse o valor dos royalties de petróleo e gás natural não teve sucesso. A proposta do governo era de pagar os salários atrasados dos servidores com o dinheiro arrecadado na licitação dos títulos.

O Governo esperava conseguir pelo menos R$ 315 milhões para amortizar os débitos com o funcionalismo público vendendo créditos do petróleo e gás de maio deste ano até dezembro de 2022.”Até o novo pregão, usaremos o valor em torno de R$ 28 milhões, de maio e junho, para quitar o décimo terceiro salário de 2017”, afirmou Freire.

O RN tem cerca de R$ 935 milhões em débito com os servidores. Ainda não foram pagos os 13° salários dos anos de 2017 e 2018 e parte dos salários de novembro e dezembro do ano passado.

O secretário de Planejamento e das Finanças (Seplan), Aldemir Freire, afirmou que “alguns Brancos nos pediram adiamento do prazo para realização do pregão. Decidimos manter, por compromisso anunciado com os servidores e outras possíveis instituições financeiras interessados”.

“Com esse resultado [deserto], iremos reavaliar o modelo do edital e os valores para publicação do novo pregão nas primeira semana de junho”, adiantou o secretário.

Freire ainda disse que, nos primeiros meses do ano, o Estado se preparou para usar o valor dos royalties a partir de maio na amortização do passivo deixado pela última gestão.

RECOMENDAMOS

CRÍTICAS

Bolsonaro volta a defender fim dos radares

FIERN

Atividade da construção potiguar segue em dificuldades

LEVANTAMENTO DA FOLIA

Fecomércio divulga resultados do Carnaval em Parnamirim

SONDAGEM FIERN

Atividade industrial potiguar cai pelo 5° mês seguido

Cristina Indio do Brasil – Repórter da Agência Brasil

Morre menina queimada em vazamento de duto

SERIDÓ SEGURO

RN: Polícia prende 5 envolvidos com tráfico e mortes

COMENTÁRIOS NEGATIVOS

Paula Fernandes rebate críticas de Juntos e Shallow Now

ESPETÁCULO

Mossoró inicia montagem do cenário do "Chuva de Balas"

comentários