Política

CONFUSÃO

[Vídeo] Rafael Motta evita expulsão de aluno do IFRN da Câmara dos Deputados

Pedro Gorki foi empurrado por pelo menos três homens

Por Redação

23 de maio de 2019 | 09:32

Foto: Divulgação

O presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Pedro Gorki, que é aluno do IFRN, foi salvo pelo deputado federal Rafael Motta, do PSB que também é potiguar, de ser expulso da Câmara Federal nessa quarta-feira, 22. Seguranças da Casa contiveram ele e também a presidente da União Nacional dos Estudantes, Marianna Dias, que tentavam alcançar o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

A confusão na Comissão de Educação começou quando a deputada Professora Marcivânia (PCdoB-AP) disse que abriria o microfone às entidades estudantis presentes, por dois minutos. Integrantes da base aliada do governo de Jair Bolsonaro (PSL) rebateram a deputada e tentaram impedir que os estudantes falassem. Houve bate-boca e a sessão, que começou às 9h30, foi encerrada às 14h.

No momento em que Pedro Gorki era empurrado por três homens, Rafael Motta se apressou em sair da bancada em que estava para ‘resgatar’ o estudante dos seguranças. No Instagram, o parlamentar escreveu: “Jamais aceitaremos que estudantes sejam agredidos na Casa do Povo”.

“Se agredir estudantes e chamar estudante de vagabundo na Câmara dos Deputados não for uma expressão muito dura, cruel e arrogante, e a tentativa de se impor ao Brasil um Estado de exceção, de silêncio, eu realmente não sei mais o que é ditadura e Estado de exceção”, disse Pedro Gorki.

 

 

 

RECOMENDAMOS

PARCEIROS

Bolsonaro participará de jantar com Trump nos EUA

ALERTA

Arboviroses: Sesap reforça orientação aos municípios

MAIS ORGANIZAÇÃO

Evento leva dicas de organização para shopping em Natal

ATUALIZAÇÃO

Governo atualiza cadastro e preocupa produtores rurais

MAIS VOOS

Azul Viagens anuncia um aumento de voos para Natal

DESESPERO

Yudi fica na mão de bandidos em assalto

SANÇÃO PRESIDENCIAL

Bolsonaro sanciona com vetos MP da Liberdade Econômica

PECULATO

Deputado é denunciado por desvio de R$ 2 mi da Câmara

comentários