Geral

WhatsApp é principal fonte de informação do brasileiro

10 de dezembro de 2019 | 08:44

Uma pesquisa realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado mostrou o Whatsapp como principal fonte de informação dos entrevistados: 79% disseram receber notícias sempre pela rede social.

O ambiente possui mais de 136 milhões de usuários no Brasil, sendo a plataforma mais popular juntamente com o Facebook.

Depois do Whatsapp, outras fontes foram citadas, misturando redes sociais e veículos tradicionais na lista dos locais onde os brasileiros buscam se atualizar. Apareceram canais de televisão (50%), a plataforma de vídeos Youtube (49%), o Facebook (44%), sites de notícias (38%), a rede social Instagram (30%) e emissoras de rádio (22%). O jornal impresso também foi citado por 8% dos participantes da sondagem e o Twitter, por 7%.

No caso da televisão, o percentual foi maior entre os mais velhos: 67% dos consultados com mais de 60 anos disseram se informar sempre por esse meio, contra 40% na faixa entre 16 a 29 anos.

Já o Youtube apareceu como mais popular entre os mais jovens. Os que afirmaram ver vídeos sempre na plataforma chegaram a 55% na faixa de 16 a 29 anos, contra 31% entre os com 60 anos ou mais.

No caso do Instagram, a diferença é ainda maior. Entre os jovens, 41% relataram buscar informações sempre na rede social. Já na faixa dos 60 anos ou mais, o índice caiu para apenas 9%.

A pesquisa também avaliou os hábitos dos entrevistados nas redes sociais. O tipo de ação mais comum foi a curtida de publicações, ato realizado sempre por 41% dos participantes da sondagem. Em seguida, vieram compartilhamento de posts (20%), publicar conteúdos (19%) e comentar mensagens de outros (15%).

Método

A pesquisa ouviu 2.400 pessoas com acesso à internet em todos os estados e no Distrito Federal. As entrevistas foram realizadas por telefone no mês de outubro.

A amostra foi composta de modo a buscar reproduzir as proporções da população, como as de gênero, raça, região, renda e escolaridade. Segundo os autores, o nível de confiança é de 95%, com margem de erro de dois para mais ou para menos.

WHATS NO AR

Para manter os leitores cada vez mais e melhor informados, a redação do Portal No Ar oferece, gratuitamente, o serviço de envio de boletins via WhatsApp.

Através do WhatsNoAr, queremos nos aproximar ainda mais dos nossos leitores, para mantê-los sempre atualizados sobre as últimas notícias e combater as Fake News – boatos e notícias falsas que facilmente circulam e se espalham pela internet.

Os boletins são enviados nas manhãs de segunda à sexta com as principais notícias e entregues individualmente a cada usuário cadastrado. Além disso, sempre que tivermos informações importantes, enviamos boletins extras, porque “informação é poder”.

Para se inscrever, é necessário salvar o número (84) 99126-8086 na lista de contatos e preencher um formulário com dados como: Nome, Idade, Localidade e Assuntos de Interesse. Assim, podemos manter um banco de dados sempre atualizado com o perfil de cada um. E mandaremos notícias que interessam a cada leitor.

Clique no link para se cadastrar https://goo.gl/forms/Fa365px8kynFV2lf1

RECOMENDAMOS

Vorteile der Dualen Ausbildung in Deutschland

Boiling Prick Organic Chemistry Theories

Boiling Prick Organic Chemistry Theories

Establish More About Guesses Used In Public Health Medical Attention

What You Need to Do About Research Paper Writing Service

The Untold Story on Assignment Help Academic You Really Need to Read or Be Left Out

The History of Assignment Helper Assignment Refuted

Nurse Suggestions to Look after Individuals

comentários